segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Ray Bradbury - O Homem Ilustrado

O Homem Ilustrado é um livro de contos de ficção-científica, escrito pelo renomado escritor norte-americano Ray Bradbury



O prólogo do livro é descrito pelo autor em primeira pessoa. Ele percorre a última etapa de uma viagem que fizera, não explica de onde nem para onde, a pé, numa tarde muito quente de início de setembro, numa localidade de Wisconsin, um estado dos Estados Unidos. Depois de muito andar ele estava enfim na imediação de seu sítio.

Ao cair da noite ele se prepara para comer uma carne de porco com feijões e uns biscoitos. Depois descansa e se posiciona folgadamente para ler um livro que trazia consigo, quando um homem que aparece praticamente vindo do nada surge a sua frente e fica imóvel de frente para ele, mas contra os raios do sol.

À primeira vista, esse homem misterioso lhe parece como qualquer outro, sem nenhuma particularidade que despertasse sua atenção. Pois ele reparou tão somente que o homem era alto, musculoso, mas agora, por alguma razão, tinha tendência para engordar.

Além disso, segundo a recordação do autor, o homem possuía uns braços longos e umas mãos grossas, mas o rosto, no alto do corpo maciço, era um tanto estranho para aquele tamanho de corpo avantajado, pois era como o rosto de uma criança.

Devemos pensar então num homem grandalhão, de braços compridos e mãos grandes, mas com uma cabeça de um menino. Uma figura muito divertida ou muito esquisita. Porém, o autor prossegue:

Pareceu pressentir a minha presença, pois não me olhou quando pronunciou as primeiras palavras:

- Sabe onde poderei encontrar trabalho?

- Lamento, mas não sei – o autor respondeu.

- Ainda não consegui um emprego durável nestes últimos quarenta anos – disse o estranho recém-chegado.

Fazia muito calor, mesmo assim o homem mantinha o colarinho de sua camisa de lã abotoado, e a manga fechada ao redor dos grossos punhos. Até aquele momento, ele parecia muito estranho porque não desabotoava a camisa. Ou seja, mesmo tendo o calor a queimar-lhe o corpo, o suor a escorrer do rosto, não abria a camisa. Seria vergonha ou queria esconder alguma marca esquisita?

Mistério!

Livro: O Homem Ilustrado
Autor: Ray Bradbury
Gênero: Ficção Científica
Categoria: Contos
241 Páginas

Aguarde que continuaremos essa história em postagens futuras.

nrelate

Recomende no Google+